ASCES

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/1807
Título: Efeitos da intensidade no treinamento de força sobre a cognição de idosos: uma revisão sistemática
Autor(es): CARVALHO, Jalles Junior Côrtes
RIBEIRO, Jonathas Bernardino
SILVA, Marília Felício Lopes da
OLIVEIRA, Luciano Machado Ferreira Tenório de
Palavras-chave: Idosos
Treinamento de força
Cognição
Data do documento: 30-Dez-2018
Resumo: As desordens cognitivas e neuromusculares estão relacionadas ao processo natural do envelhecimento, que afetam diretamente na qualidade de vida dos idosos. A literatura mostra que a prática de exercício físico pode ser eficaz no tratamento e na prevenção desses deficits, mas não deixa claro em qual intensidade o indivíduo deve trabalhar. O objetivo do estudo foi, através de uma revisão sistemática, analisar os efeitos da intensidade do treinamento de força sobre a função cognitiva de idosos. A busca dos artigos foi realizada nas bases de dados PubMed/MedLine e Lilacs, incluindo artigos originais, idosos com 60 anos ou mais, que analisaram a intensidade do treinamento de força e instrumentos que avaliam o desempenho cognitivo. Foi observado que o uso de protocolos de treino acima de 70% de 1 RM com no mínimo 12 semanas de intervenção apresentaram resultados positivos na função cognitiva dos idosos. Conclui-se que intensidades mais elevadas e intervenções mais longas repercutem positivamente na cognição dos idosos.
URI: http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/1807
Aparece nas coleções:TCC - Educação Física - Bacharelado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo HU revistas (1).pdf218,42 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.