ASCES

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/537
Título: Prevalência da síndrome de burnout em estudantes de fisioterapia
Título(s) alternativo(s): Prevalence of burnout syndrome in physical therapy students
Autor(es): SILVA, Erica Aparecida Santos da
Palavras-chave: Esgotamento profissional
Epidemiologia
Estudantes
Fisioterapia
Qualidade de vida
Data do documento: Dez-2016
Resumo: Introdução: a síndrome de burnout é um transtorno emocional crônico que afeta a qualidade de vida pessoal, profissional e socioeconômica, considerado um problema de ordem comportamental e impessoal que tem grande influência na execução da atividade profissional e na qualidade de vida. Objetivo: verificar a prevalência da síndrome de burnout em estudantes de fisioterapia. Material e métodos: foi realizado um estudo descritivo de corte transversal para conhecimento dos aspectos comportamentais de 184 estudantes. O estudo foi realizado em duas etapas: aplicação de um formulário sociodemográfico e um questionário específico para sb em estudantes universitários. Resultados: nas características dimensionais da síndrome de burnout, a amostra apresentou maior frequência para nível médio de exaustão emocional (66.85%), nível alto de despersonalização (39.67%) e nível baixo de eficácia profissional (94.02%). Conclusão: na amostra analisada, a maioria dos estudantes apresentou dois níveis (médio e alto) dos três critérios de identificação do burnout.
URI: http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/537
Aparece nas coleções:TCC - Fisioterapia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PREVALÊNCIA DA SÍNDROME DE BURNOUT EM ESTUDANTES DE FISIOTERAPIA.pdf346,14 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.