ASCES

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/475
Título: Desvelando a vivência da amamentação para mulher sob a luz da fraternidade
Autor(es): ALVES, Isabelly Evelly dos Santos
SILVA, Silvana Percilia Campos da
Palavras-chave: Aleitamento materno
Saúde da mulher
Cuidados de enfermagem
Data do documento: Mar-2017
Abstract: The objective of this study was to understand the woman's experience with breastfeeding process in the light of brotherhood. Method: This is a descriptive exploratory study with a qualitative approach, held in January 2016 in basic health units in Caruaru-PE. 14 women who were between the 1st and 4th month of exclusive breastfeeding or mixed were interviewed; and women in the period of up to four months after birth, who experienced at some point, the breastfeeding. For data collection, interview was conducted after approval by the Ethics Committee in the opinion 1,311,369 and after consent of the woman. The thematic content analysis proposed by Bardin was used for data analysis, which emerged the following thematic categories: "Difficulties experienced by women during breastfeeding" and "Recognizing the benefits of breastfeeding for the child." Results: The difficulties identified in women's lines were pain, breast problems, difficulty grip on the nipple anatomy and prematurity, time spent breastfeeding and returning to work. Another point noted was the recognition of the good breast milk is for the child's health. Conclusion: We conclude that women have varying difficulty and that they understand the benefit of this practice is for the child. It notes the need for support and cooperation to women at this stage, and an awareness of them in the good of breastfeeding for all involved. So when you understand the woman's experience with breastfeeding, you can see with another look at the main difficulties faced and allows to know the reasons that led the woman to not breastfeed or stop the process. Discuss these issues from the perspective of fraternity as a political principle of health, the revolutionary inherent in this type of practice potential, can put in a highly advantageous and solid tune all involved in the chain of attention to the overall health of the human being.
Resumo: O objetivo deste estudo foi entender a vivência da mulher no processo da amamentação sob a luz da fraternidade. Método: trata-se de um estudo descritivo exploratório, com abordagem qualitativa, realizado no mês janeiro de 2016 em unidades básicas de saúde de caruaru-pe. Foram entrevistadas 14 mulheres que estavam entre o 1º e 4º mês de amamentação exclusiva ou mista; e mulheres no período de até 4 meses pós parto , que vivenciaram em algum momento, a amamentação. Para coleta de dados, foi realizada entrevista após aprovação do comitê de ética em pesquisa sob o parecer 1.311.369 e após consentimento da mulher. A análise de conteúdo temática, proposto por bardin foi utilizada para a análise dos dados, onde emergiram as seguintes categorias temáticas: “dificuldades vivenciadas pelas mulheres no processo da amamentação” e “reconhecendo os benefícios da amamentação para a criança”. Resultados: as dificuldades identificadas nas falas das mulheres foram dor, problemas mamários, dificuldade de pega diante da anatomia do mamilo e da prematuridade, tempo gasto para amamentar e retorno ao trabalho. Outro ponto observado foi o reconhecimento do bem que o leite materno faz para a saúde da criança. Conclusão: conclui-se que as mulheres possuem variadas dificuldades e que as mesmas compreendem que o benéfico desta prática é para a criança. Observa-se a necessidade de apoio e cooperação às mulheres nesta fase, e de uma consciência das mesmas no bem da amamentação para todos os envolvidos. Assim, quando se entende a vivência da mulher na amamentação, é possível enxergar com outro olhar as principais dificuldades enfrentadas e permite conhecer os motivos que levaram a mulher a não amamentar ou interromper o processo. Debater essas questões sob a ótica da fraternidade, como princípio político de saúde, pelo potencial revolucionário inerente a este tipo de práxis, pode colocar em uma sintonia altamente vantajosa e sólida todos os envolvidos na cadeia de atenção à saúde integral do ser humano.
URI: http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/475
Aparece nas coleções:TCC - Enfermagem



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.