ASCES

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/389
Título: A influência dos diferentes tipos de exercício na insônia: uma revisão sistemática.
Autor(es): FILHO, Severino Bento da Silva
SILVA, José Claudio da
FEITOSA, Carlos Eduardo Vaz
OLIVEIRA, Luciano Machado Ferreira Tenório de
Palavras-chave: Sono
Insônia
Exercício físico
Data do documento: Jul-2016
Abstract: To evaluate, through a systematic review, the influence of different types of exercise in insomnia, identifying the types and intensities of exercise that showed greater efficacy in reducing and treating insomnia. Methods: It refers to a systematic review of the literature; the research was conducted in electronic databases, including Lilacs (Latin American and Caribbean Health Sciences), SciELO (Scientific Electronic Library Online) and MEDLINE / PubMed (National Library of Medicine National Institutes of Health), by using the following descriptors in Portuguese and English languages: "Sleep", "Insomnia", "exercise", in the period from 2005 to 2015 and articles that addressed the influence of exercise on insomnia with detailed procedures. Results: Were identified six (6) articles published in the last 10 years. All studies had in its intervention aerobic training type. It was observed in 83.3% of searches an improvement of sleep quality, 60% used aerobic training of moderate intensity, 20% of low intensity and 20% aerobic training combined with strength training at high intensity. Conclusion: Sleep-related disorders have been increasingly common, and the practice of physical exercise, mostly with moderate intensity, was considered a non-pharmacological tool for its treatment.
Resumo: Objetivo: Avaliar, através de uma revisão sistemática, a influência dos diferentes tipos de exercício na insônia, identificando os tipos e intensidades de exercícios físicos que apresentaram maior eficácia na diminuição e no tratamento da insônia. Métodos: Refere-se a uma revisão sistematizada da literatura, a pesquisa foi realizada nas bases de dados eletrônicas Lilacs (Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde), Scielo (Scientific Electronic Library Online) e Medline/Pubmed (National Library of Medicine National Institutes of Health), utilizando os seguintes descritores, na língua portuguesa e inglesa: “Sono”, “insônia”, “exercício”, no período compreendido entre 2005 e 2015 e artigos que abordassem a influencia do exercício na insônia e detalharam os procedimentos. Resultados: Foram identificados 6 (seis) artigos, publicada nos últimos 10 anos. Todos os estudos incluíram em sua intervenção o treinamento aeróbio. Observou-se em 83,3% das pesquisas uma melhoria da qualidade do sono, 60% utilizaram treinamentos aeróbios de moderada intensidade, 20% de baixa intensidade e 20% aeróbio combinado com treino de força em alta intensidade. Conclusão: Distúrbios relacionados ao sono têm sido cada vez mais comum e que a prática do exercício físico, em sua maioria com intensidade moderada, foi tido como uma ferramenta não farmacológica para o seu tratamento. .
URI: http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/389
Aparece nas coleções:TCC - Educação Física - Bacharelado

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo, Severino Bento & Jose Claudio PDF.pdf294,73 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.