ASCES

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/365
Título: Importância do perfil hematimétrico do doador: uma revisão narrativa da literatura
Autor(es): CALUMBY, Ana Jamilly de Araújo
CASTOR, Kathyane Vanessa Melo de Medeiros
SILVA, Sheyla Rafaela da
ESTEVES, Fabrício Andrade Martins
Palavras-chave: Anemia
Doador de sangue
Sangue
Deficiência de ferro
Data do documento: Jul-2016
Abstract: Introduction: Anemia is contextualized by the World Health Organization (WHO) as "a state in which the blood hemoglobin concentration is abnormally low as a result of the lack of one or more essential nutrients, whatever the origin of this lack." It is estimated that 90% of anemia cases are caused by iron deficiency. One of the causes that can result in anemia is blood donation. The increasing use of blood as an important therapeutic use required consequently progressive increase in the number of blood donors Objective: In this paper we related the importance of determining the hematimetric profile of recurrent blood donors. Methods and Materials: For the realization of this narrative review were selected articles from 2000 to 2013, consulting the SciELO database using the following descriptors: “anemia”, “blood donor”, “blood”, “iron deficiency”. Results: There were used 22 articles. They reported low levels of erythrocyte indices (Hb <12g / dl, hematocrit <36%, VCM: 84 to 99 of mm³ HCM 26 to 32pg, MCHC: 31 to 36 g / dl) donors blood indicates the presence of anemia nutritional iron deficiency. Conclusions: All studies indicate analyzed using the erythrocyte indices for the identification of anemia. Therefore, these results show the need for guidance together to donors as to their diet rich in iron before and after the donation, which would decrease the frequency of individuals to candidates unfit for inadequate hematimetric indices.
Resumo: Introdução: A anemia é contextualizada pela Organização Mundial da saúde (OMS), como “um estado em que a concentração de hemoglobina do sangue é anormalmente baixa em consequência da carência de um ou mais nutrientes essenciais, qualquer que seja a origem dessa carência”. Estima-se que 90% das anemias sejam causadas por deficiência de ferro. Uma das causas que pode resultar em anemia, é a doação de sangue. O crescente uso do sangue como importante uso terapêutico exigiu, consequentemente, progressivo aumento no número de doadores sanguíneos Objetivos: Nesse trabalho analisou-se a importância de determinação de um perfil hematimétrico de doadores recorrentes de sangue. Métodos e Materiais: Para a realização da revisão narrativa, foram selecionados artigos no período de 2000 a 2013, na base de dados da SciELO utilizando-se os descritores: anemia, doador de sangue, sangue, deficiência de ferro. Resultados: Foram utilizados 22 artigos, que relataram baixos valores de índices hematimétricos (Hb< 12g/dl, Ht< 36%, VCM: 84 a 99 mm³, HCM: 26 a 32pg, CHCM: 31 a 36 g/dl) em doadores de sangue, indicativo da presença de anemia por carência nutricional de ferro. Conclusões: Todos os estudos analisados apontam que utilizam os índices hematimétricos para a identificação da anemia. Portanto, esses resultados denotam a necessidade de uma orientação juntos aos doadores quanto a sua alimentação rica em ferro antes e depois da doação, que diminuiria a frequência de indivíduos candidatos à doação inaptos por índices hematimétricos inadequados.
URI: http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/365
Aparece nas coleções:TCC - Biomedicina

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ARTIGO FINAL.pdf206,09 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.