ASCES

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/1757
Título: Soroprevalência da leishmaniose visceral canina em cachorros domésticos na cidade de Agrestina-Pernambuco.
Autor(es): COSTA, Cícero Jádson da
SILVA, José Silvio de Melo
LOPES, Ricardo Genú
MAGALHÃES, Franklin Barbalho
LIMA, Tamara de Carli da Costa
Palavras-chave: Leishmania infantum
Cachorros
Diagnóstico
Data do documento: 30-Dez-2018
Resumo: A Leishmaniose Visceral Canina (LVC) é uma doença causada pelo agente etiológico Leishmania infantum e tem como vetor o mosquito palha, Lutzomyia longipalpis, que é considerada um grave problema de saúde pública. O objetivo do trabalho foi determinar a soroprevalência da LVC na zona urbana da cidade de Agrestina-PE. Foram coletadas 62 amostras de sangue e a prevalência da infecção foi determinada através de duas técnicas sorológicas (ELISA e o Teste Imunocromatográfico DPP®). O teste DPP® e o teste de ELISA apresentou, cada, 15 amostras positivas (24,2%). A taxa de soroprevalência foi de 11,29% (07/62), considerando positividade nos dois testes (critério do Ministério da Saúde). Os cães serão então submetidos a biópsias para confirmação ou não da infecção. Com base nos resultados obtidos é necessária a adoção de medidas de controle no município, para evitar a disseminação para outros animais sadios e para o ser humano.
URI: http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/1757
Aparece nas coleções:TCC - Biomedicina

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo Final.pdf282,31 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.