ASCES

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/1466
Título: Análises antimicrobiana, toxicológica e fitoquímica do extrato das folhas e caule da argemone mexicana l.
Autor(es): SILVA, Ítalo Caio Lourenço da
SILVA, Micaelly Joyce Tavares
NEVES, Silvana Taciana Oliveira das
Palavras-chave: Argemone mexicana
Teste de toxicidade
Doença de pele
Compostos fitoquímicos
Análise microbiológica
Data do documento: 30-Jun-2018
Resumo: Argemone mexicana L., conhecida popularmente como cardo-santo, é uma planta medicinal, originária do México e naturalizada no Brasil, usada de forma caseira em todo o mundo contra diversas doenças, mas principalmente para doenças de pele tais como feridas, infecções de pele, coceira e lepra. Objetivou-se avaliar a presença de alcalóides, a atividade antimicrobiana e toxicidade do extrato das folhas e caule do cardo-santo. O método de extração ocorreu por maceração da droga vegetal em álcool absoluto por sete dias seguido de filtração e rotaevaporação do líquido extrator, com retirada máxima de humidade em dessecador. O ensaio toxicológico foi realizado pela determinação da CL50, pelo método de Artemia salina, e avaliação da capacidade hemolítica pelo método de Fragilidade Osmótica Eritrocitária (FOE). O ensaio microbiológico foi realizado com cepas, de bactérias e um fungo, causadoras de doenças infecciosas de pele, pelo método de poço-difusão em ágar. A análise fitoquímica ocorreu pelo teste qualitativo para alcalóides utilizando os reagentes de Meyer e Bouchardat. Os resultados obtidos demonstram que o extrato do cardo-santo, nas condições apresentadas, é atóxico para ambos os ensaios toxicológicos, mas também não apresentou atividade antimicrobiana nem presença significatória de alcalóides, divergindo de resultados obtidos por outros pesquisadores, mostrando a baixa ou ausência dos metabólitos secundários necessários para tal ação. Pode-se concluir que existem fatores que influenciam na produção dos metabólitos secundários das plantas, podendo lhe conferir ou não atividade farmacológica ou toxicológica, sendo sugeridos ensaios com o extrato da planta cultivada em condições controladas para a confirmação.
URI: http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/1466
Aparece nas coleções:TCC - Farmácia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Artigo Cardo-santo CORRETO.pdf212,12 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.