ASCES

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/1411
Título: Efeito agudo da bandagem elástica funcional na espasticidade e funcionalidade do membro superior de pacientes hemiparéticos após acidente vascular encefálico
Autor(es): DINIZ, Wanessa Kalline Oliveira
SILVA, Rafaela Lima da
RIBEIRO, Paula Drielly de Melo
Palavras-chave: Acidente vascular encefálico
Modalidades de fisioterapia
Ombro hemiparético
Espasticidade muscular
Fita atlética
Data do documento: 30-Jun-2018
Resumo: Introdução. Segundo a Organização Mundial de Saúde o Acidente Vascular Encefálico (AVE) é a terceira causa de mortalidade em países industrializados sendo considerada uma lesão em que suas sequelas neurológicas resultam na alteração da função cerebral. Como auxílio ao tratamento das sequelas sensoriomotoras vem sendo incluído nas sessões de fisioterapia a bandagem elástica. Apesar de ser utilizada na clínica diária, a bandagem ainda não tem comprovação científica. Objetivo. Analisar o efeito agudo da bandagem elástica funcional na espasticidade e funcionalidade do membro superior de pacientes hemiparéticos após AVE. Métodos. O estudo é do tipo ensaio clínico randomizado composto por 9 pacientes divididos em grupo experimental (GE) que realizou cinesioterapia e bandagem e grupo controle (GC) apenas a cinesioterapia. A avaliação fisioterapêutica conteve um questionário com dados sociodemográficos, espasticidade utilizando a escala de Ashworth e para a funcionalidade foi aplicada a Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) específica para AVE. Foi realizada a estatística descritiva para as características socioantropométricas, força muscular, espasticidade e funcionalidade. Resultados. O uso da bandagem a curto prazo não favoreceu melhora para a espasticidade e funcionalidade em comparação aos que não usaram bandagem. Conclusão. Através dos resultados obtidos a aplicação da bandagem elástica a curto prazo não apresentou resultados expressivos para redução da espasticidade e funcionalidade. Pacientes que realizaram exercícios funcionais na Fisioterapia obtiveram melhores resultados.
URI: http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/1411
Aparece nas coleções:TCC - Fisioterapia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Art_Tcc.pdf349,09 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.