ASCES

Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/1230
Título: A influência da órtese suropodálica nos parâmetros cinemáticos da marcha de crianças com paralisia cerebral do tipo diparética espástica
Autor(es): ARAÚJO, Allysson Soares FERREIRA, Camyla Alves ROMANA, Lucena de Freitas
Palavras-chave: Paralisia cerebral
Marcha
Órtese
Data do documento: 30-Nov-2017
Resumo: O objetivo desse estudo foi verificar a influência da órtese suropodálica nos parâmetros cinemáticos da marcha de crianças com Paralisia Cerebral do tipo diparética espástica. Trata-se de um estudo transversal realizado após aprovação do Comitê de Ética e Pesquisa com o número CAAE 64912017.0.0000.5203. A avaliação foi realizada com 5 crianças que foram instruídas a caminhar naturalmente com e sem órtese sob uma passarela de papel colado ao chão com seus pés e órteses marcados com tinta preta hidrossolúvel, para a obtenção dos parâmetros espaço-temporais da marcha. Os resultados foram apresentados sob forma de tabelas descritivas com médias e desvio padrão para variáveis quantitativas e com frequência (percentual) para variáveis categóricas. Foram realizados testes para comparação de médias entre grupos, Teste T de amostras dependentes para análise entre uso e não uso de órtese, p-valor<0,05. Nas 5 crianças estudadas, houve um aumento no comprimento do passo e na cadência em crianças com órtese. Sugere-se que o uso da órtese suropodálica melhora o desempenho da marcha nas crianças. Para que os resultados sirvam de referência para outros estudos e tratamento fisioterapêutico, a amostra deve ser maior.
URI: http://repositorio.asces.edu.br/handle/123456789/1230
Aparece nas coleções:TCC - Fisioterapia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCC 01.11.2017 (atualizado).pdf271,8 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir    Solictar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.